Arquivo

Archive for the ‘Utilidade Pública’ Category

Livre-se do tédio!

No sábado, após o culto, saí com duas colegas da igreja que são alguns anos mais novas que eu,  e ambas comentaram o quanto muitas vezes se sentem entediadas. As duas fazem faculdade, de cursos distintos, mas não trabalham. Pensando nisso resolvi criar um pequeno tópico anti-tédio. rs E o melhor, vocês vão se livrar do tédio sem gastar dinheiro!

1. Estude! Você faz faculdade, ensino médio ou ensino fundamental? Posso garantir com toda certeza do mundo que há muito mais conteúdos a serem estudados além dos quais nossos queridos professores nos ensinam durante as aulas.

2. Trabalhe! Para os que já têm 18 anos essa opção é certeira, os menores de 18 anos e maiores de 13 anos podem trabalhar como aprendizes em algumas empresas ou escritórios. De quebra você ainda ganha dinheiro para inovar nas opções anti-tédio. E tenha certeza que quando você chegar em casa esse será um dos seus lugares preferidos, na verdade, sua casa vai parecer um pedaço do céu, tédio por estar em casa, nunca mais!

3. Faxine seu quarto! Dispense a diarista ou empregada doméstica, limpe você mesmo seu quarto, tire o pó, jogue coisas velhas fora, passe pano, deixe seu quarto um brinco! Fez isso e ainda está entediado? Que tal estender a faxina aos outros cômodos da casa!?

4. Lave as louças, lave as roupas, passe a roupa… rs

5. Tenha um cachorro ou um gato, animais são amáveis e divertidos e dão trabalho na mesma proporção! Quase um bebê!

6. Leia um livro! Se estiver sem grana para comprar baixe um ebook, a internet está cheia de boas opções (e más também! Mas isso fica a seu critério).

7. Faça um exercício físico! Vá caminhar, correr, pratique um esporte!

8. Durma! Ah, dormir! Isso é uma bênção divina para os humanos!

9. Lave e hidrate seu cabelo! Além de ficar mais bonito (a), garanto que seu tédio vai passar, uma lavagem e hidratações bem feitas consumirão pelo uma hora do seu dia! E seus cabelos agradecerão!

10. Corte, lixe e pinte sua unha! Os homens podem limpar, cortar e lixar, e a depender da vaidade pessoal podem passar uma base, o que dá uma imagem muito legal a respeito da pessoa!

11. Assista um filme! DVDs atualmente custam tão barato, e ainda há a opção de fazer um download.

12. Aprenda a cozinhar, pessoas que se desenrolam numa cozinha tem um charme a mais!  Eu garanto, principalmente se for um homem! hehe

13. Cultive plantas, se sua casa não tem um jardinzinho ou horta você pode plantar em vasinhos. Ver aquele ser crescer dá uma alegria todos os dias, principalmente as plantas que dão flores, e se elas forem cheirosas, então, aaaah! ❤

14. Cuide da sua vida espiritual, para os cristãos ler a bíblia e orar são atividades maravilhosas, seu crescimento espiritual agradece!

Todas essas dicas são assinadas por mim e garanto que todo o seu tédio vai passar! Se não passar, devolvemos seu (eh, eu não devolvo nada que não estou te cobrando nada! A verdade é que eu deveria cobrar por todos esses maravilhosos conselhos!! rs).

Abração!

Categorias:Humor, Utilidade Pública Tags:,

Dicas úteis da Internet

Dicas úteis da Internet:

1. Certidões cartorárias:
Quem quiser tirar uma cópia da certidão de nascimento, ou de casamento, não precisa mais ir até um cartório.
Consulte o cartório eletrônico: http://www.cartorio24horas.com.br
Funciona 24 horas por dia, on-line, para pedidos de cópias de certidões de óbitos, imóveis, e protestos pela internet. O pagamento e feito por boleto bancário e o documento chega por Sedex.

2. Auxílio à lista
Na consulta pelo 102 é cobrado o valor de R$ 1,20. A consulta pelo 0800 -2800.1020 é um serviço totalmente gratuito. Anote: 0800-2800.1020

3. Multa de trânsito

No caso de infração leve ou média, o motorista que não foi multado pelo mesmo motivo nos últimos 12 meses, pode se livrar da multa. É necessário ir ao DETRAN, solicitara o formulário de pedido de conversão da infração em advertência com base no Art. 267 do CTB. Leve cópia da carteira de motorista e da notificação da multa.

Segundo o Código de Trânsito Brasileiro em seu Art. 267:

Art. 267 – Poderá ser imposta a penalidade de advertência por escrito à infração de natureza leve ou média, passível de ser punida com multa, não sendo reincidente o infrator, na mesma infração, nos últimos doze meses, quando a autoridade, considerando o prontuário do infrator, entender esta providência como mais educativa.”

A culpa, meu amor, não é do Facebook!

O Facebook está se tornando causa de separação! :O
Nos Estados Unidos ele já se tornou a maior causa e a Grã-Bretanha também caminha nessa trilha! Advogados estão usando a ferramenta de comunicação como prova e fonte de evidências para processos de separação.
Mas será que o verdadeiro responsável é mesmo o Facebook, Orkut, ou qualquer outro meio de comunicação?
Redes sociais só demonstram o que cada um é realmente.  Perfil, comunidades, opções, compartilhamento, amizades… Tudo corresponde a peças do que existe no íntimo de cada um. Se de alguma maneira isso interfere negativamento em relacionamentos, se trata apenas de algo  que já vinha ou vem acontecendo nos relacionamentos e torna-se manifestamente público e incrementado com ferramentas digitais, como a Internet.

Autos conclusos

Numa comarca do interior de São Paulo, um advogado recém-formado pediu vistas de um processo no cartório.

O funcionário consultou os cadernos, retornou e informou:

– O processo está concluso.

Dias depois, retorna e o processo ainda estava concluso.

Ao voltar pela terceira vez e ouvir a mesma resposta, o advogado não se conformou e perguntou:

– Quem é este Dr. Cluso que não devolve o processo?

 

:. Autos conclusos significa que o processo está no gabinete do juiz, para que ele dê algum andamento (despacho ou sentença).

Lei 6.873, você nem sabia, não é?

Hoje eu decidi falar sobre um assunto há uns meses tomei conhecimento, mas acredito que grande parte da população não tem conhecimento…

Falarei a respeito da Lei 6.873, esta lei atinge aos nascidos e residentes em Alagoas, mas para quem for de outro estado vale dar uma pesquisada, pois acredito que o mesmo benefício, através de outra lei deve existir…

Há um tempo atrás eu vi uma reportagem no Globo Repórter (programa feito pela Rede Globo de Televisão)

que é mais fácil ganhar um prêmio da mega-sena do que passar em um concurso público sem estudar.”

O que vou tratar hoje se refere de certa forma a isso! Quem decide prestar concurso público precisa reservar, além de tempo para a preparação, dinheiro para custear desde as taxas de inscrição até material de estudo e viagens para prestar as provas.

Mas candidatos que buscam uma vaga no serviço público justamente porque estão desempregados ou para melhorar a condição financeira encontram dificuldades para pagar a taxa de inscrição, que pode passar de R$ 200 em cargos de nível superior da carreira judiciária.

Em 2007 foi promulgada pelo Presidente da assembléia legislativa do estado de Alagoas a Lei nº 6.873, entretanto, esta lei não é muito conhecida, uma pena! pois ela representa um grande benefício, principalmente para os que mais precisam.

Essa Lei Dispõe sobre a isenção de pagamento de taxa de inscrição em concursos públicos promovidos pelo Governo do Estado e dá outras providências. Nela, terão direito à isenção do pagamento de taxa de inscrição em concursos públicos se comprovarem, por meio de certidão expedida pelos dirigentes dos Hemocentros – como o Hemoal em Maceió e o Hemoar em Arapiraca -, que doaram sangue voluntariamente nos últimos seis meses anteriores ao prazo de inscrição do concurso público. Ou seja, basta doar e pedir uma declaração do banco de sangue, devendo esta doação estar dentro do prazo exigido pela Lei. Necessário ressaltar que podem ser beneficiados doadores de qualquer nível de escolaridade, inclusive de nível superior.

A Lei nº 6.873 também isenta de taxa para inscrição em concursos promovidos pelo Governo do Estado o cidadão comprovadamente desempregado, o carente e o trabalhador que recebe até um salário mínimo mensal. Os beneficiados poderão solicitar isenção de até três concursos por ano e para ter acesso ao benefício deverão comprovar que residem em Alagoas há no mínimo dois anos.

Para ter direito a isenção, o candidato deverá comprovar residência em Alagoas por meio de cópia do título de eleitor expedido por cartório eleitoral situado no Estado, com emissão anterior a 24 (vinte e quatro) meses contados da data da publicação do edital do concurso público.

Outra forma de comprovar residência será a apresentação de comprovante de vínculo empregatício, mesmo desfeito, com órgão ou entidade pública ou privada sediada em Alagoas, com data de emissão de mais de 24 (vinte e quatro) meses contados da data da abertura do concurso público.

Os desempregados que pleitearem o benefício deverão apresentar cópia da Carteira de Trabalho com a baixa do último emprego, cópia autenticada do seguro-desemprego ou cópia da publicação do ato que o exonerou, se ex-servidor estatutário, do serviço público. Já o pedido de isenção baseado na condição de carente deverá ser feito mediante declaração, firmada pelo próprio candidato, de que a renda per capita da família é igual ou inferior a meio salário mínimo, considerando, para tanto, os ganhos dos membros do núcleo familiar que vivam sob o mesmo teto.

Mas a comprovação da condição de carente só será efetivada se o candidato também apresentar comprovante de inscrição em quaisquer dos projetos inseridos nos Programas de Assistência Social instituídos pelos Governos Federal, Estadual ou Municipal, como o Bolsa Família mantido pela União.

Se o candidato beneficiado com a isenção for aprovado e admitido no serviço público, o valor da inscrição será descontado no salário deste em três parcelas mensais e consecutivas, a contar do segundo recebimento da sua remuneração como servidor.

O requerimento da isenção e os documentos comprobatórios das condições impostas pela Lei deverão ser entregues na Secretaria de Estado da Gestão Pública (Segesp), a até cinco dias antes da data de término das inscrições do concurso público e o pedido será deferido, ou indeferido, em três dias. O candidato que não tiver seu pedido deferido terá prazo de 48 (quarenta e oito) horas para fazer o recolhimento da respectiva taxa de inscrição. Nos casos em que o pedido for deferido, a Segesp responderá pelo pagamento das inscrições concedidas com isenção.

Segue abaixo a Lei 6.873 de outubro de 2007:

Lei 6.873 de 10 de outubro de 2007

Leia mais…